quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Dom Orlando Brandes assumirá a Arquidiocese de Aparecida no próximo sábado, dia 21 de janeiro



A Arquidiocese de Aparecida é emblemática para todos os Católicos Brasileiros por abrigar o Santuário Nacional de Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil. É um bom termômetro da Fé Católica em nosso país e por ser o local onde fica a casa da Mãe Aparecida serve como uma espécie de norte para todo o Povo de Deus.

O carisma de Dom Raymundo Damasceno Assis extrapolou os limites da Arquidiocese de Aparecida e somos gratos por seu profícuo trabalho. Com a graça de Deus Onipotente não será diferente com Dom Orlando Brandes. Que Deus os abençoe. Seja bem vindo Dom Orlando Brandes.


Foto de Dom Orlando Brandes: Portal A12

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

300 ANOS DO ENCONTRO DA IMAGEM DE NOSSA SENHORA APARECIDA: RAINHA E PADROEIRA DO BRASIL



MARIA: RAINHA DO CÉU, MÃE DOS HOMENS, APARECIDA DO BRASIL

A figura de Maria é central no projeto de salvação e na vida da Igreja. Cultuada em todo o mundo desde o princípio do Cristianismo, a Mãe de Deus recebe no Brasil especial veneração, sobretudo pela fé sincera e arraigada do povo, que a elegeu como Padroeira.

Na busca de Deus, o povo brasileiro construiu uma devoção comovida e cheia de afeto, através da imagem de Nossa Senhora, aparecida nas águas do rio Paraíba há quase três séculos.


Fonte: Pesquisa presencial realizada por Adelmo de Medeiros no Museu Nossa Senhora Aparecida / SP.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

MORRE DOM PAULO EVARISTO ARNS: "COMO NÃO SENTIR TRISTEZA EM NOSSA ALMA?"


Mas tende confiança: a Igreja é santa e incorruptível (cf. Ef 5,27). Dizia Santo Agostinho: "Vacilará a Igreja se vacila o seu fundamento, mas poderá talvez Cristo vacilar? Visto que Cristo não vacila, a Igreja permanecerá intacta até o fim dos tempos" (Enarrationes in Psalmos, 103, 2, 5; PL, 37, 1353)


Papa Bento XVI
Encontro com os Bispos do Brasil na Catedral da Sé, São Paulo, 11 de maio de 2007



Créditos da foto: http://arquisp.org.br/

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

A COMISSÃO "JUSTIÇA E PAZ" DA CONFERÊNCIA EPISCOPAL DA VENEZUELA DENUNCIA A GRAVE SITUAÇÃO: 12 JOVENS DESAPARECIDOS E ENCONTRADOS MORTOS

A Comissão “Justiça e Paz” da Conferência Episcopal da Venezuela expressa profundo pesar pelos eventos ocorridos na região de Barlovento, estado de Miranda, onde os corpos de 12 jovens, que haviam sido presos por soldados em 15 de outubro, foram encontrados em 28 de novembro em uma vala comum. O episódio ocorreu após as chamadas Operações pela Libertação e a Proteção do Povo (OLP), perpetrados pelas forças de segurança do Estado. 

“Denunciamos – consta no documento recebido pela Fides – o modo em que são realizadas as Operações de Libertação do Povo (OLP) neste país, onde as autoridades estatais não cumpriram seus deveres para prevenir as violações de direitos humanos, garantir a liberdade pessoal, o justo processo e a inviolabilidade de domicílio. Denunciamos também o comportamento orgulhoso e surdo do Estado, que rejeitou e continua a rejeitar o direito internacional; a ineficiência do Estado em seu inegável dever de conter a violência social”. 

O documento pede às autoridades estatais competentes “a garantia dos direitos fundamentais para todos os cidadãos de nosso país” e se conclui expressando solidariedade às famílias dos 12 jovens mortos. O texto é assinado por Dom Roberto Luckert León, Arcebispo emérito de Coro e Presidente da Comissão. 



Fonte: Agência Fides

domingo, 11 de dezembro de 2016

VENEZUELA: "OS PRISIONEIROS POLÍTICOS, QUE SÃO MUITOS, DEVEM SER COLOCADOS EM LIBERDADE"

“O diálogo deve ser um instrumento para resolver os problemas”, afirma o Card. Urosa.

Caracas (Agência Fides) – “Os prisioneiros políticos, que são muitos, devem ser colocados em liberdade”. É necessário que o governo atue neste sentido, porque estas pessoas estão detidas injustamente. A Igreja não vai renunciar ao diálogo e é em seu espírito continuar por este caminho, mas devem ser cumpridos os acordos assinados em novembro. É o que pede o Card. Pietro Parolin na carta enviada ao governo" afirma o Card. Jorge Urosa Savino, Arcebispo de Caracas.

“A Conferência Episcopal e os Bispos venezuelanos estão em sintonia com o Papa Francisco, e todos queremos apoiar os esforços para buscar soluções constitucionais à crise”, disse em breve encontro com a imprensa, comentando as palavras do deputado Diosdado Cabello contra a carta do Card. Pietro Parolin, Secretário de Estado Vaticano.

"O Card. Parolin, respeitosamente, indicou as condições para um verdadeiro diálogo: a libertação dos prisioneiros políticos, o calendário eleitoral e o respeito pela Assembleia nacional, entre outras coisas. O diálogo deveria ser um instrumento para resolver os problemas e aqui nossos problemas são muito graves”, concluiu o Card. Urosa.

Ontem houve momentos de tensão entre as partes e seja o governo como a oposição mantiveram contatos separados com os mediadores, entre os quais Dom Claudio Maria Celli. No fim do dia, decidiu-se retomar o diálogo, todos juntos, marcando a data de 13 de janeiro.



Fonte: Agência Fides

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

O TOQUE DOS SINOS DA IGREJA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS EM OURO PRETO / MG




Tendo como referência São João del-Rei e as cidades de Ouro Preto, Mariana, Catas Altas, Congonhas do Campo, Diamantina, Sabará, Serro e Tiradentes no estado de Minas Gerais, são considerados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional como Patrimônio Cultural do Brasil "O Toque dos Sinos" (Registro no Livro das Formas de Expressão) e o "Ofício de Sineiro" (Registro no Livro dos Saberes).

No dia 08 de dezembro de 2016, durante as solenidades da Imaculada Conceição de Maria, tivemos a felicidade de registrar os Sineiros Paul William, Ygor Reis, Albert e Guilherme em pleno desempenho de suas atividades. Um verdadeiro show.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

SOBRE A IMACULADA CONCEIÇÃO DE MARIA



"A Santíssima Virgem Maria foi preservada imune de toda mancha de culpa original no primeiro instante de sua Concepção, por singular graça e privilégio de Deus onipotente, na atenção aos méritos de Jesus Cristo, salvador do gênero humano".


Ineffabilis Deus



Trecho do discurso de São Cirilo de Alexandria pronunciado no Concílio de Éfeso, sobre Maria:

Salve, ó Maria, Mãe de Deus, virgem e mãe, estrela e vaso de eleição!

Salve, Maria, virgem, mãe e serva: virgem, na verdade, por virtude daquele que nasceu de ti; mãe por virtude daquele que cobriste com panos e nutriste em teu seio; serva, por aquele que amou de servo a forma! Como Rei, quis entrar em tua cidade, em teu seio, e saiu quando lhe aprouve, cerrando para sempre sua porta, porque concebeste sem concurso de varão, e foi divino teu parto.

Salve, Maria, templo onde mora Deus, templo santo, como o chama o profeta Davi, quando diz: "O teu templo é santo e admirável em sua justiça" (Sl 64).

Salve, Maria, criatura mais preciosa da criação; salve, Maria, puríssima pomba; salve, Maria, lâmpada inextinguível; salve, porque de ti nasceu o sol da Justiça!

Salve, Maria, morada da infinitude, que encerraste em teu seio o Deus infinito, o Verbo unigênito, produzindo sem arado e sem semente a espiga incorruptível!

Salve, Maria, mãe de Deus, aclamada pelos profetas, bendita pelos pastores, quando com os anjos cantaram o sublime hino de Belém: "Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade" (Lc 2,14).

Salve, Maria, Mãe de Deus, alegria dos anjos, júbilo dos arcanjos que te glorificam no céu!

Salve, Maria, Mãe de Deus: por ti adoraram a Cristo os Magos guiados pela estrela do Oriente; salve, Maria, Mãe de Deus, honra dos apóstolos!

Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem João Batista, ainda no seio de sua mãe exultou de alegria, adorando como luzeiro a perene luz!

Salve, Maria, Mãe de Deus, que trouxeste ao mundo graça inefável, da qual diz São Paulo: "apareceu a todos os homens a graça de Deus salvador" (Tt 2,1).

Salve, Maria, Mãe de Deus, que fizeste brilhar no mundo aquele que é luz verdadeira, a nosso Senhor Jesus Cristo, que diz em seu Evangelho: "eu sou a luz do mundo!" (Jo 8,12).

Deus te salve, Mãe de Deus, que iluminaste aos que estavam em trevas e sombras de morte; porque o povo que jazia nas trevas viu uma grande luz (Is 9, 2), uma luz não outra senão Jesus Cristo nosso Senhor, luz verdadeira que ilumina todo homem que vem a este mundo (Jo 1,9).

Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem se apregoa nos Evangelhos: "bendito o que vem em nome do Senhor!" (Mt 21,9), por quem se encheram de igrejas nossas cidades, campos e vilas ortodoxas!

Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem veio ao mundo o vencedor da morte e o destruidor do inferno!

Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem veio ao mundo o autor da criação e o restaurador das criaturas, o Rei dos céus!

Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem floresceu e refulgiu o brilho da ressurreição!

Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem luziu o sublime batismo de santidade no Jordão!

Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem o Jordão e o Batista foram santificados e o demônio foi destronado!

Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem é salvo todo espírito fiel!



Fonte: GOMES, Folch F. Antologia dos Santos Padres. Edições Paulinas. São Paulo, 1979.